9287
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam     para o curso online gratuito "Alfabetização na prática: tudo é uma questão de método?"! Inscreva-se para o curso aqui!

Atividade - Conhecendo Gráficos Teste

Existem muitas variações disponíveis de passagens de Lorem Ipsum, mas a maioria sofreu algum tipo de alteração, seja por inserção de passagens com humor, ou palavras aleatórias que não parecem nem um pouco convincentes. Se você pretende usar uma passagem de Lorem Ipsum, precisa ter certeza de que não há algo embaraçoso escrito escondido no meio do texto. Todos os geradores de Lorem Ipsum na internet tendem a repetir pedaços predefinidos conforme necessário, fazendo deste o primeiro gerador de Lorem Ipsum autêntico da internet. Ele usa um dicionário com mais de 200 palavras em Latim combinado com um punhado de modelos de estrutura de frases para gerar um Lorem Ipsum com aparência razoável, livre de repetições, inserções de humor, palavras não características, etc.

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Lucas Freire,

O que fazer antes?

Materiais:

Caixas pequenas e médias de papelão (de sapato, de pasta de dentes, de fósforo ou sabonete), bolas, tecidos e aparelho de som ou notebook com caixa de som para tocar as músicas (se for possível, você pode usar seu celular).

Espaços:

Esta atividade pode ser feita dentro ou fora de sala. A atividade abaixo foi planejada para que todos os bebês, organizados em pequenos grupos (4 a 5), brinquem ao mesmo tempo. As caixas devem estar organizadas de um jeito atraente: em cima de um tapete, algumas abertas com outras caixas menores dentro, empilhadas em uma torre, uma atrás da outra etc. A maioria das caixas de papelão estraga depois de algum tempo de manuseio. Por isso, fique atento para repor ou reforçá-las, evitando que partes soltas sejam engolidas.

Tempo sugerido:

Entre 30 e 40 minutos

Perguntas para guiar suas observações:

1.Que tipo de explorações as crianças fizeram? Como utilizam seus próprios corpos para nessas explorações?

2. Quais são as caixas que mais provocam interações? As crianças imitam as outras?

3. A música é um elemento que motiva as crianças a se entreterem com novas formas de explorar envolvendo movimentos, gestos e ritmos diferentes?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Talvez os bebês menores fiquem mais interessados nas caixas pequenas e em seus detalhes e os maiores queiram brincar de empilhar e interagir uns com os outros. Garanta que todos possam explorar as caixas segundo suas próprias preferências, ritmos e possibilidades.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Nesta configuração, é importante que haja mais de um professor em sala, de modo que todas as crianças tenham apoio. As orientações e sugestões para as explorações das caixas podem ser faladas por um dos professores para todo o grupo mas, depois, é importante que sejam incentivada por cada professor junto a um dos pequenos grupos.


2

Comece oferecendo primeiro as caixas. Convide as crianças para se aproximarem e apresente o material. É importante que os bebês que ainda não engatinham sejam posicionados de forma a poder brincar e observar as outras crianças.

Possíveis falas do professor neste momento: Olha o que eu trouxe para vocês brincarem! Caixas! Vamos ver como podemos brincar com elas?


3

Reserve um tempo para que os pequenos explorem as caixas. Observe atentamente o que eles fazem: gestos, expressões e iniciativas de interação. Apoie as ações deles, evitando ao máximo dirigir a iniciativa. Todos precisam ter a chance de se relacionar com os amigos, de observar, imitar e se divertir. Isso não quer dizer que os bebês ficam soltos enquanto você faz outra coisa. Você observa com atenção e se aproxima fazendo comentários como: “olha ali, o amigo está colocando as caixas umas em cima das outras. Quer ajudar e fazer uma torre?” ou “Veja quem está brincando de carrinho com as caixinhas? Quer brincar junto? Aproveite esse momento para registrar por escrito, por meio de fotos ou de vídeos as explorações e interações que estão acontecendo.


4

Até este momento da atividade, as crianças devem estar envolvidas de diferentes formas em suas explorações com as caixas, seja individualmente, em duplas ou pequenos grupos. Respeitando as diferentes brincadeiras e formas de exploração iniciadas por elas a partir das caixas, convide algumas para fazer uma torre e derrubar em seguida.

Possíveis falas do professor neste momento: Olha que torre enorme que conseguimos construir! Vocês querem derrubar? 1, 2, 3 e já!

Possíveis ações das crianças neste momento: Um bebê observa sentado o movimento de algumas crianças tentando construir suas torres. Inclina seu corpo para frente alçando uma das caixas e balbucia buscando chamar atenção de outro bebê para entregar-lhe a caixa.


5

Com outras crianças, proponha tentar abrir e fechar as caixas, brincando de adivinhar se tem alguma coisa dentro. A ideia é, apesar de todo mundo estar brincando ao mesmo tempo, estimular cada um ou cada pequeno grupo a continuar livre fazendo suas próprias explorações.

Possíveis ações das crianças neste momento: Um bebê se engaja por um tempo tentando abrir com os dedinhos uma caixa. Depois de algumas tentativas, segura a caixa e começa a balançar observando atentamente o que acontece. Ao perceber que uma pontinha da caixa se levanta, retoma a exploração com os dedos e consegue abrir a caixa.


6

Deixe que as crianças explorem livremente as caixinhas por mais um tempo. Coloque algumas canções de diferentes ritmos e se junte às crianças, fazendo movimentos com o corpo e sons com as caixas. Uma sugestão é usar as canções do grupo Barbatuques: http://barbatuques.com.br/pt/

Possíveis falas do professor neste momento: Enquanto segue o ritmo da música, o professor fala: Agora a música mudou, vamos batucar mais rápido com nossas caixinhas?


7

Ofereça tecidos ou bolas pequenas para as crianças brincarem com as caixas. Seguindo a mesma orientação de deixar os bebês livres para continuar suas iniciativas de exploração e interação, intervenha a partir de suas observações sobre os interesses e necessidades das crianças, favorecendo que ampliem suas explorações e interações usando os novos materiais ofertados.

Para finalizar:

Fale para os bebês que em cinco minutos vocês irão começar a guardar as caixas e anuncie o que virá a seguir. Fale novamente em três minutos. Passados os cinco minutos, comente que chegou o momento de todos juntos colocarem as caixas no lugar indicado por você (as caixas pequenas podem ser colocadas em uma caixa maior e ficar em um canto da sala). Cante uma canção que marque com o grupo os momentos de arrumação. Uma sugestão é "Para arrumar a bagunceira", do grupo Palavra Cantada: . Valorize e encoraje a iniciativas dos bebês neste momento.

Desdobramentos

É importante que essa atividade aconteça de forma rotineira junto com os bebês. Você pode variar as formas de encaminhar a proposta, os tipos de caixas ou mesmo os materiais alternativos às caixas. Por exemplo, organizando as crianças em pequenos grupos e oferecendo caixas pequenas em bom estado, preenchidas com grãos como milho, arroz e feijão. As caixinhas devem ser fechadas e bem reforçadas, para que os grãos não escapem. Reserve um tempo para que as crianças explorem, sintam o peso das caixas e descubram novos sons. Incentive que uma imite a outra.

Engajando as famílias

Essa atividade pode ser realizada em casa, com as famílias. Convide as famílias a ajudar a preservar as caixas, fazendo a manutenção necessária, seja em casa (e depois trazendo de volta para a escola), seja na escola, em momentos reservados para isso. Sugira também que doem caixas à escola, que brinquem com as crianças e que tragam suas observações e sugestões. Faça isso por meio de um bilhete, de um mural na entrada da sala ou utilizando outros meios de comunicação que são comuns na sua comunidade escolar. Os registros em fotos e vídeos também podem ajudar você a observar as interações e a compartilhar as aprendizagens com as famílias.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

Descrição da atividade de bebês

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano