Ir para o conteúdo Pular para o menú principal
ANÚNCIO
 

Novos usos da realidade virtual

Um mundo tridimensional simulado parece coisa de ficção científica? Pois essa tecnologia, comum nos videogames, evoluiu bastante e, agora, é usada em outras finalidades, inclusive dentro da sala de aula

por:
NE
NOVA ESCOLA
=== PARTE 1 ====

A reportagem Muito Além da Diversão (VEJA 2423, de 29 de abril de 2015) mostra que a realidade virtual, que progrediu de mãos dadas com a indústria de videogames, deixa de ser brincadeira e começa a ser utilizada para fins mais nobres.

Com base em princípios da Física, a tecnologia permite recriar a sensação do real por meio da interação entre homem e equipamento: o computador cria um mundo simulado que o usuário pode manipular e explorar, tendo a impressão de que está realmente nele. As imagens tridimensionais parecem ser de tamanho real para o usuário, que se movimenta pelo ambiente ao mexer a cabeça, os membros e os olhos.

Além do já conhecido uso da realidade virtual no mundo do entretenimento, o recurso agora é empregado para fins educacionais, no tratamento psicológico, em treinamentos de guerra, entre outros. Mostre a galeria a seguir para a turma como ponto de partida para uma discussão sobre essa tecnologia na aula de Física.
Óculos de realidade virtual para videogames | Crédito: Entretenimento Homem testa o Morpheus, óculos de realidade virtual da Sony para videogames, que será comercializado a partir de 2016. Reprodução da tela de videogame | Crédito: Sony/Divulgação Jogo com emoção O dispositivo permite interações muito próximas do real no mundo dos games, como o ataque de tubarão. Menino com óculos de realidade virtual | Crédito: Stefano Tinti Aprendizagem Embora ainda pouco acessível, os dispositivos de realidade virtual também podem ser usados para ensinar conteúdos currículares em profundidade. Eles permitem observar o corpo humano por dentro e o fundo do mar, por exemplo. Simulação de salto | Crédito: Chris Desmond USN (wikicommons) Tratamento de fobias Militar estadunidense em simulação de salto de paraquedas. Os Estados Unidos usam cenários virtuais no treinamento de combatentes e tratamento de seus medos. Nos dois casos, a situação simulada prepara para episódios semelhantes aos do mundo real. Google Cardboard | Crédito: Alexandru Nika Realidade virtual acessível Cardboard, os óculos de papelão desenvolvidos pelo Google que permitem uma experiência de imersão virtual a baixo custo.
ANÚNCIO
LEIA MAIS